terça-feira, 19 de maio de 2020

Esperança: 80% dos casos de COVID-19 são recuperados em Timbiras

Por Hildenilson Sousa - Repórter Timbiras     18 de maio de 2020
Atualizado em 19 de maio de 2020 às 8h20min
Com a colaboração de Almir Neto - Matemático e professor

O Boletim Epidemiológico oficial do novo coronavírus divulgado pela Prefeitura de Timbiras nesta segunda-feira (18) mostra uma boa notícia para a população do município. Apesar dos aumentos de 20,6% dos casos confirmados e de 19,4% dos casos de suspeitos de infecção entre os dias 17 e 18, tivemos também o surpreendente e esperançoso resultado de 80,2% nos casos de recuperação, ou seja, dos 76 casos confirmados, 61 casos foram curados da doença COVID-19.

De acordo com o Boletim Epidemiológico, atualizado às 19 horas e 10 minutos deste dia 18, o número de casos ativos da COVID-19 em Timbiras é de 9 casos ativos. O número de óbitos permanece em 6 mortes desde o início da pandemia, dia 3 de maio. 

Casos gerais do coronavírus em Timbiras em 18/5/2020
Imagem da Internet

Os pacientes acometidos pela doença vêm sendo tratados no Hospital Regional de Timbiras (HRT), unidade de saúde estadual do Maranhão, localizado no bairro Anjo da Guarda. O poder público do município tem tido participação neste processo de enfrentamento à pandemia, com as equipes municipais colaborando  com as equipes da saúde estadual. O bom relacionamento entre os profissionais tem surtido efeito, como afirma o médico e diretor-geral do HRT, doutor Márcio Santos.

Médico Márcio Santos
Diretor-Geral do HRT
Imagem da Internet

"O município tem um papel e o hospital do Estado tem outro papel. O município está responsável pela atenção primária, e o hospital [HRT] está responsável pela segunda fase da doença. Em cinco meses dessa pandemia, países como a Itália e Espanha já adquiriram uma experiência até da fisiopatologia da doença, e a doença já está mais ou menos que desenhada. A gente levou essa sorte do vírus demorar pra chegar aqui. A doença tem duas fases, a fase infecciosa e a fase inflamatória. O papel do município é fazer essa fiscalização e atuar nessa primeira fase da doença, que é uma fase de replicação. A pessoa que não ficar autolimitada da doença [que não melhorar entre 5 a 9 dias] ela vai passar do nono dia, décimo dia, décimo primeiro e vai tendendo a piorar. É essa pessoa que tem que procurar o hospital [HRT]. É por isso que a gente está tendo hospital do Estado e município, a gente está alinhando a conversa para que a gente consiga manter esse fluxo e consiga levar as pessoas da atenção primária diretamente para o hospital em um tempo hábil, para que o tratamento seja feito de maneira correta", esclarece o diretor hospitalar.

Gráficos

               Gráfico 1
Curvas da COVID-19 em Timbiras em 18/5/2020
Por: Almir Nero
               
               Gráfico 2

Gráfico em Coluna com Média Móvel
Timbiras em 18/5/2020
Por: Almir Neto


Nenhum comentário:

Postar um comentário